quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Segunda edição do 3 Barras underground Open Air

Eis a segunda edição do 3 Barras Underground Open Air, festival realizado durante os dias 13 e 14 de Novembro de 2015 em Santa Maria/RS. Na primeira edição não pude comparecer, mas essa não dava pra perder, pois com um cast com nomes como Mythological Cold Towers, Symphony Draconis e Apophizys não dava para ficar em casa.
O clima ajudou, e apesar da chuva na sexta-feira de manhã, o sol veio logo à tarde e se manteve durante o fim de semana. Na sexta devido aos compromissos de trabalho não foi possível me deslocar de Júlio de Castilhos, mas no sábado estávamos lá. Tivemos alguns problemas no trajeto, dificuldade em localizar o local, faltou sinalização, mas deu pra aproveitar a paisagem e nada que o boca a boca não resolvesse.
Em termos de estrutura o local era perfeito. Churrasqueiras, lugar para camping, banheiros, local para as refeições e o excelente Chopp por conta dos camaradas da Imigração. Os shows aconteceram no galpão central, com uma boa estrutura de som e luz, com espaço para as bandas e selos exporem seus materiais. 
Chegamos à tardinha mas podemos acompanhar as apresentações da Brisocks, da Cattarse, dos uruguaios da Malejave com seu som instrumental de alta qualidade e da Symphony Draconis, que fez uma apresentação de alto nível, como sempre. Na sequência, o show mais aguardado da noite: depois de 21 anos os paulistas do Mythological Cold Towers pela primeira vez se apresentaram no Rio Grande do sul destilando seu Death/Doom Metal com maestria. Tocaram músicas do recém lançado “Monvmenta Antiqva” e do “Immemorial”, de 2011. Rolou até um som especial em homenagem a Serpent Rise, grande nome do Doom Metal Santa Mariense, e após a apresentação dos paulistas ainda tinha o Doom/Dark da In Absenthia. Por fim, pra fechar a noite em grande estilo, veio o Death Metal devastador da Apophizys.
Quem foi não se arrependeu, pois valeu cada gota de suor, cada quilometro de estrada, cada copo de chopp. Baita iniciativa do Evandro Fonseca e do Zé Neto. Como organizador de evento sei o quanto é difícil idealizar, estruturar e realizar um evento underground, para algumas vezes até esperar um publico e este não comparecer. Parece fácil, mas requer tempo e dedicação, então são iniciativas como estas que devem ser apoiadas. Afinal, sempre é bom rever os camaradas, trocar uma ideia, tomar umas, fazer novas amizades e renovar o estoque de material.



Links Relacionados

por Artur Azeredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário