quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Matricidium Foco na Europa

A Matricidium é uma banda de Death/Thrash Metal de Santa Catarina. Formada em 2004 a banda lançou em 2012 seu primeiro registro “Rise the Army”. Relançado 2 anos depois na Europa pela Secret Service UK. A banda prepara uma tour pela Europa para Outubro desse ano.
HMAN: A Matricidium já tem uma certa estrada, mas apenas um full-lenght lançado. Qual seria o principal motivo para a banda não ter lançado mais materiais?

Michel: Lançar um material de qualidade tem um alto custo. Este é o principal motivo pelo qual a Matricidium não lançou um segundo álbum na sequência.
Além disso, passei por um período muito complicado na minha vida. Sofri uma cirurgia de coluna vertebral que embora bem sucedida, tirou a Matricidium do ar por mais de um ano.

HMAN: “Rise The Army” foi lançado em 2012, como foi a receptividade desse material? E como surgiu o contato da Secret Service Records para o lançamento na Europa?

Michel: A receptividade do disco foi muito boa! Estamos satisfeitos com o resultado de vendas, ainda que se trate de um disco totalmente independente e com todos os custos pagos pela banda, o resultado atingiu nossas expectativas.
O pessoal da SSR entrou em contato após receber o material de um amigo em comum. Demonstrando interesse em relançar o disco com 4 faixas bônus, a SSR apresentou um contrato que foi aceito pela banda e no final de 2014 o disco foi lançado no continente europeu.

HMAN:  “Rise the Army” foi lançado de forma independente? Vocês chegaram a buscar selos no underground para lançar esse material?

Michel: Em principio não. A banda tinha pouca experiência nesse campo e optou por lançar o disco de forma local e independente.
Somente após as boas vendas do disco e o interesse, principalmente do exterior, que começamos focar dessa maneira.

HMAN: Vocês costumam compor com frequência? Como funciona o processo de composição? Já existem composições encaminhadas para o próximo lançamento?

Michel: Como a banda está com uma formação relativamente nova estamos com muitas ideias e composições a caminho! 
O modo de composição conta com a participação integral da banda, onde cada integrante acrescenta elementos a uma ideia previa trazida para o ensaio. Pode ser um Riff, uma linha de vocal, uma linha de batera eu mesmo baixo que determina qual o rumo que a composição tomará.

HMAN: Afinal, quando sai o próximo disco? Podem nos adiantar algo?

Michel: Bom, o segundo disco já está sendo produzido. Esperamos lança-lo até o segundo semestre de 2016.
As composições estão adiantadas e teremos de 10 à 14 músicas no novo disco.

HMAN: Muitas bandas apostam nessa experiência fora do país, buscam reconhecimento no exterior e depois focam no Brasil. Como vocês veem esse cenário hoje? A Matricidium vai em busca desse reconhecimento lá fora? 

Michel: Nosso plano inicial era o contrário. Porém a oportunidade veio primeiro dos “gringos” então resolvemos focar primeiro na Europa e em seguida no Brasil.

HMAN: Como foi a preparação para a primeira tour pela Europa? E quais os planos da banda para essa tour?

Michel: Cansativa “hehehe” dobrou a quantidade de ensaios e eles passaram a ter 4 horas de duração.
Para a viajem está tudo pronto, passagens compradas, passaportes ok e equipamento para a tour também ok! 

HMAN: Deixo um espaço para as considerações finais!

Michel: Muito obrigado! Estamos muito contentes com a oportunidade de compartilhar um pouquinho dos bastidores da Matricidium com os leitores!
Interessados em conhecer mais um pouco da banda acessem noso facebook.
Lá temos fotos, vídeos de clipes da banda, além de um mini diário em vídeo semanal da banda. Abraço a todos.






Links Relacionados

Nenhum comentário:

Postar um comentário