quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Head Krusher "Inner Curse"

Gravado no studio Audiolad entre julho e agosto de 2014, “Inner Curse” conta com produção de Niko Teixeira e da própria banda. A arte gráfica é do Daniel Sanchez. Assim o terceiro full-lenght dos paulistas do Head Krusher começa a ganhar vida.

Finalmente lançado em 2015, “Inner Curse” é mais um fruto da união de selos, entre eles o Rock Animal, único distro gaúcho. O disco conta com dez faixas, sendo duas bônus track de lançamentos anteriores, “Chaos Reigns” de “Hellvenge” lançado em 2012 e “Kill the Compassion” de “Deskontroll” lançado em 2008.

Em menos de trinta minuto, a bolacha apresenta um Death/Thrash nervoso e violento. Cortesia do vocal rasgado, dos bons riff’s de guitarra, que proporcionam uma alternância, entre passagens mais agressivas e calmas. Sem falar nos andamentos de bateria, que trazem aquela cadencia, certeira, própria para um bate cabeça.

Faixas
01 – Slave makers
02 – Beyond the skies
03 – Street war
04 – Inside the other side
05 – Personal demons
06 – O Abismo(Instrumental)
07 – Life of lies
08 – Same day for all
09 – Chaos reigns
10 – Kill the compassion

Disco cuidadoso, encorpado, com faixas marcantes, vide os riffs de “Slave makers”, “Life of lies” e da instrumental “O Abismo”; o refrão de “Same day for all”; a cadencia de “Beyond the Skies” e “Street war” . Excelente registro, trás toda a agressividade do Thrash Metal, com uma pegada totalmente Death Metal.

A parte gráfica também merece menção, a capa trás um mundo pós apocalíptico com um Highlander demoníaco do Wall Street, bem ao centro. Pela minha analise, não apenas da parte gráfica mas do contexto das letras. "Inner Curse" representa uma serie de conflitos do homem com ele mesmo , seus demônios e tudo ao seu redor, dês da ganancia, crenças, vida além da terra, até uma busca por auto conhecimento. Recomendadíssimo!

Apoie as bandas, sem elas não existe underground! Adquira o seu CD clicando AQUI


Links Relacionados
https://soundcloud.com/head-krusher


Por Artur Azeredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário