terça-feira, 14 de julho de 2015

Bloody Violence “Divine Vermifuge”



Primeiro full-lenght dos gaúcho da Bloody Violence. “Divine Vermifuge” foi lançado em 2015 por quatro selos/distro, sendo eles; Rock Animal, Terceiro Mundo Chaos, Oneye Records e Violent Records. Gravado no Estúdio Hurricane em Porto Alegre o trabalho foi produzido por Sebastian Carsin e a belíssima arte gráfica é do Rafael Tavares.

Contendo oito faixas, a bolacha soma uma audição de pouco menos de 40 minutos. Para quem já escutou o EP “Obliterate”, “Divine Vermifuge” segue a mesma linha, mas com uma evolução considerável no que diz respeito aos andamentos, alternâncias de elementos e a técnica. Além disso, o disco trás um Technical Death Metal explorando a exaustão as linhas de guitarra, com um baixo no talo e um vocal esmagador.


Faixas
01 – Lethal Nuclear Evil
02 – Lethal Nuclear Evil (Dyatlow pass)
03 – Mother of the Dying
04 – Putrid and Damned
05 – Sky Burial
06 – Colares UFO Flap
07 – Overseers
08 – The Fathermaker

O trabalho é maduro e conciso, tecnicamente excelente e a produção ficou na medida, deixou tudo limpo, mas absurdamente pesado. “Sky Burial”, “Overseers”,  “The Fathermaker”, “Mother of the Dying” e “Putrid and Damned” refletem bem a sonoriade, técnica e brutal da Bloody Violence. Excelente Registro!



Links Relacionados

Nenhum comentário:

Postar um comentário