segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Bloodwork "Just Let Me Rot"

Banda de Brutal Death Metal de Dois irmãos, Rio Grande do Sul. A Bloodwork foi formada em 2004, e 10 anos depois lançou seu primeiro full-lenght. “Just Let Me Rot foi gravado no Hurricane Studio, produzido pela própria banda e por Sebastian Carsin, que também fez a mixagem, a arte gráfica é do competentíssimo Marcos Miller.

O disco foi lançado através da parceria entre cinco selos, entre eles a Rock Animal, os quais também são responsáveis pela distribuição do material. “Just Let Me Rot” contém oito faixas, a bolacha não passa dos vinte e cinco minutos de audição, o que não faz muita diferença, pois a qualidade é tamanha que você vai apertar o play de novo.

Faixas
01 - Defecanting Broken Glass
02 – Cunt Suffocation
03 – Asphyxiant Cum Load
04 – Suck My Cut Finger
05 – Human Slaughterhouse
06 – Rotten 69
07 – Necro Sex Club
08 – Toothed Vagina

Destaques ficam por conta da excelente produção, que deixou tudo audível e no seu devido lugar, além da belíssima arte do encarte. A sonoridade atingida no disco merece seu destaque a parte, um Death Metal brutal, rápido e consistente, apresentando os grandes jargões do gênero, mas tudo na ponta da caneta.

Fora as já conhecidas; “Defecating Broken Glass”, que já havia sido divulgada pela banda, e “Asphyxiant Cum Load” que ganhou um lyric vídeo recentemente. As faixas, “Suck My Cut Finger” e “Necro Sex Club”, são absurdamente brutais e trazem o lado mais cadenciado do Death Metal. “Human Slaughterhouse”, “Rotten 69” e “Toothed Vagina”, são mais diretas, caóticas, cheias de blast beats, mas igualmente trabalhadas. Disco Recomendadíssimo!


O disco pode ser adquirido através do link


Links Relacionados


por Artur Azeredo