terça-feira, 5 de agosto de 2014

Sound 'n' Rage "Ainda que não sejamos iniciantes, somos sim uma banda nova."


A Sound 'n' Rage busca mesclar, elementos do heavy metal tradicional, com o hard rock setentista. Formada em Brasilia –DF, em 2012, gravou no mesmo ano “Rise Again”, seu debut álbum.


Sound 'n' Rage é; Fabricio Moraes(Guitarra), Jessica Ehike(Vocal), Zane Galvão(Baixo), Nathália Reinehr(Bateria).

Conversamos com Fabricio Moraes, que nos contou um pouco mais sobre a Sound 'n' Rage e os lançamentos da banda. Confiram na entrevista abaixo! 


Como surgiu a banda? Conte nos um pouco da trajetória da Sound n' Rage.

Fabricio Moraes: Tive a ideia de montar uma banda com essa proposta sonora; mesclar o metal com o hard rock dos anos 70. Aí entrei em contato com o antigo vocalista, que me apresentou a Jéssica.  Na sequência, partimos pra estruturar o line-up e eu dei o start, para compor o material que forma o repertório do nosso primeiro álbum.

"Deal With Your Hate" foi lançado em 2013, conte-nos um pouco sobre este disco, como foi o processo de produção, qual a temática por trás do disco?

Fabricio: A produção ficou a cargo do Ricardo Ponte. Meu amigo e parceiro, de outros trabalhos que realizei com ele, co-produzindo. Mas no geral, a condução da gravação desse álbum foi bem tranquila. Fizemos uma pré, da maioria das músicas e já nesse processo ficamos muito animados com o resultado. As letras abordam questões como conflitos pessoais, indagações existenciais e circunstâncias da rotina de cada um.

Veja o clipe lançado para a faixa "I Can't Take no More"


Falando em processo de produção, como funciona esse processo dentro da banda? Vocês já tem material para um próximo trabalho?

Fabricio: Normalmente eu trago a parte instrumental já bem encaminhada, e a Jéssica completa com a linha vocal e a letra. É uma parceria que funciona muito bem dentro da banda. Quanto ao novo álbum, sim eu já tenho cerca de 90% do material. A pré produção não deve demorar.

Quando gravaram "Deal With Your Hate" vocês já tinham experiência em estúdio? Como vocês veem este disco?

Fabricio: Eu venho gravando meus trabalhos em estúdio desde 1990. E os outros também tem experiências nesse sentido.
Sobre o álbum e a proposta sonora da Sound 'n' Rage como um todo vejo um fusion entre um instrumental forte,  que mescla riffs de metal com hard 70, e um vocal com coloraturas de blues e soul.

Vocês estão a pouco tempo na ativa, mesmo assim já devem ter sentido as dificuldades da estrada, quais os maiores empecilhos? As maiores dificuldades?

Fabricio: Ainda que não sejamos iniciantes, somos sim uma banda nova.  E para uma banda nova, a falta de estrutura dos shows e de credibilidade em relação ao nosso trabalho por parte dos promouters, somado por vezes a falta de união da cena local, talvez sejam as principais dificuldades.  Outra coisa, que tem dificultado muito os shows em território nacional, é a "enxurrada" de shows internacionais. Não deixando muito espaço para as bandas da cena nacional.

Como vocês veem o atual momento da musica pesada no Brasil? E qual o papel da internet nesse mercado?

Fabricio: Existe muita gente competente na cena, e tem saído trabalhos
extremamente profissionais.  Nesse ponto não estamos devendo em nada pros gringos. Mas particularmente, sinto falta de personalidade nas músicas e nas performances. E o padrão digital, de gravar e finalizar um cd, está já há muito tempo padronizado e cristalizado. Acho que gravações mais orgânicas e com uma maior personalidade nas composições, são os aspectos carentes nos trabalhos nacionais.
Sobre a internet, é uma poderosa ferramenta pra divulgarmos o trabalho.  Mas, a promoção e divulgação efetivamente falando de uma banda, ainda é uma incógnita pra maioria.  Não são todos, que conseguem realmente projetar seus trabalhos na rede.

O que a Sound 'n' Rage ainda planeja para 2014?

Fabricio: Os shows fora de Brasília são nossa total prioridade, para esse segundo semestre. Em seguida, entrarmos na pré produção do novo álbum.

Deixo aqui um espaço para as suas considerações finais!

Fabricio: Gostaríamos de agradecer a oportunidade, de falar um pouco sobre nós nessa entrevista, e parabenizar o trabalho da True Metal Press & Management, dentro da cena underground brasileira.



Links Relacionados


por Artur de Azeredo