terça-feira, 20 de maio de 2014

Imortal Perséfone: Resenha "Celebração no Inferno"

Imortal Persefone, horda gaúcha oriunda da cidade de Novo Hamburgo, tendo em sua sonoridade um Black Metal ríspido e sombrio. A banda carrega na bagagem um Split “Agony in the Profunids Abyss” lançado em 2012, este que é o marco inicial, para a profanação que viria a seguir com “Celebração do Inferno”, full leght recém lançado.

“Celebração no Inferno” foi gravado no estúdio Hurricane em Porto Alegre e distribuído por Interior Soul Zine/Distro. Nele a horda mostra o seu poderio sonoro, em um Black Metal cantado em português. Entre os hinos presentes no disco destacam se: “Hecate Senhora das Noites” segunda faixa do disco, fria e crua, como o Black Metal deve ser.  A raivosa e longa “Suicídio ou Genocídio”, faixa que ainda traz um arranjo de teclado ao seu final dando um ar fúnebre. “Tropas no Campo de Batalha” e a excelente “Ritos Ancestrais” faixa bem trabalhada mantem a linha sombria e profana apresentada pela banda, “Derrubando os Inimigos” com sua intro cadenciada. “Desprezar seu Cristo” e “Sobras de Carne Podre” são provas cabais da profanação que as vociferações e riffs rápidos da Imortal Perséfone atingem.


Completam o disco “Crucificai os Cristãos”, “Metal, Fogo e Ódio”, “Condenados pela Guerra” e “Celebração no Inferno”.

Disco conciso com faixas bem trabalhadas e uma ótima gravação, os 12 hinos são prova da eficácia profana da banda e do poderio devastador de “Celebração no Inferno”. Vale destaque a belíssima arte da capa, condizente com os hinos profanos entoados em 1 hora e 15, uma verdadeira Celebração Infernal. No entanto, faltou espaço no encarte para as letras, não que seja item obrigatório, até por que as letras são em português, mas faz falta para o ouvinte que deseja desfrutar das letras.


 Links relacionados:




Para Adquirir o material entre em contato no link:




Stay Heavy!


por Artur de Azeredo